Tradição e transformação: a herança latina no Renascimento

Os textos latinos escritos durante o Renascimento são ricos e diversificados, incluindo poesia, filosofia e literatura de viagens. Em franco diálogo com a Antiguidade, encontramos ali um tipo de intertextualidade sempre transformadora em face de seus modelos clássicos. Este livro, nos nove estudos que o compõem, procura desvelar e analisar essa interessante e complexa interlocução, colocando lado a lado autores como Ovídio e Boccaccio, Marcial e Ben Jonson, além de vários outros escritores da importância de Lorenzo Valla e Giovanni Pontano. A presente obra dá continuidade ao livro “Vozes clássicas, ecos renascentistas”, também publicado pela Humanitas, a partir de eventos organizados pelo grupo de pesquisa “República das Letras”.

Publicação
abril/2019