Tradução, anotação e estudo da Carta de Fedra a Hipólito, de Ovídio

Autor
Tatiana Cortizo Viegas Guimarães
Orientador
Modalidade
Bolsa FAPESP
Resumo do trabalho

Este projeto teve como objetivo traduzir a quarta epístola – intitulada “De Fedra para
Hipólito” – das Heroides de Ovídio, assim como redigir notas explicativas para auxiliar o
leitor pouco especializado na leitura da obra. O projeto também objetivou estudar e oferecer
comentários em relação ao estilo do poeta, averiguando-se elementos como a sintaxe
utilizada e o uso de expressões específicas e de construções retóricas, assim como comentar
as escolhas feitas pela presente tradução. A análise do poema pretendeu seguir uma nova visão
das Heroides que combate uma abordagem, comum no século XX, que via a obra como um
simples exercício de retórica, abordagem essa que desconsidera que as cartas representam um
estilo denominado por Duncan Kennedy (2005) “escrita no isolamento”: as heroínas necessitam escrever a seus destinatários, aguardam uma resposta adequada, embora não tenham a certeza de recebê-la.
Desta forma, nossa pretensão foi trazer ao leitor uma justa apreciação da obra de Ovídio, assim
como um estudo do estilo do poeta e da construção da personagem através das epístolas.

Situação
Concluído
Conclusão
julho/2012